quarta-feira, julho 05, 2006

Cidade Priva (momento DADA)

Cidade Priva (momento DADA)


PRIVACIDADE QUE RIMA COM SOLIDÃO QUE RIMA COM LIBERDADE QUE RIMA COMIGO E NÃO COM VOCÊ POR PERTO QUE RIMA COM ME DEIXE EM PAZ QUE RIMA COM SILÊNCIO QUE RIMA COM RESPEITO À INDIVIDUALIDADE QUE RIMA COM O PRAZER DA PALAVRA O QUE É BOM E EU GOSTO QUE RIMA COM FELICIDADE QUE RIMA COM CELULAR DESLIGADO QUE RIMA COM BOA MÚSICA NO OUVIDO QUE NÃO RIMA COM BAIXARIA AUTOFALANDO NOS CARROS QUE RIMA COM MEU QUARTO IMEXÍVEL QUE NÃO RIMA COM A FAXINEIRA SE METENDO QUE RIMA COM RELVA EM QUE DEITO QUE NÃO RIMA COM SONO INTERROMPIDO QUE RIMA COM ME DEIXE AO MENOS USAR A PRIVADA QUE NÃO RIMA COM PRESSA QUE RIMA COM ARTE QUE RIMA COM INTROSPECÇÃO QUE RIMA COM O UNIVERSAL QUE RIMA COM AMOR E POESIA BEM FEITA QUE NÃO RIMA COM ESSA DE AGORA MAS QUE VAI MELHORAR QUANDO EU FOR EMBORA DESSE APARTAMENTO QUE NÃO RIMA COM A MÃE RECLAMANDO QUE RIMA COMIGO CAMINHANDO POR AÍ SEM DESTINO QUE NÃO RIMA COM A LUA MAS QUE QUER RIMAR PORQUE ACIMA DILATA PUPILA E NÃO SAI CHUTANDO VIRALATA QUE RIMA COM ESTRESSE DE TER NADA A FAZER POIS NADA É A VERDADEIRA ESCRAVIDÃO QUE NÃO RIMA COM NADA E AÍ ENTÃO NINGUÉM MANDOU VOCÊ LER QUE RIMA COM VAI SE PODER FOSSE TUDO O DINHEIRO NÃO RIMARIA COM PERDA DO TESOURO NACIONAL MAS FOI O BANCO CENTRAL DE FORTALEZA

2 comentários:

Rogério Kreidlow disse...

Enxuto e forte mosaico de sentimentos-quereres teus, minha poetisa. Dás conta, com o tom enérgico, de sentidos sublimes...

Nelson Ngungu Rossano disse...

Gostei muito do seu blog, extraordinariamente original, se gosta de poesia vá dar um pulo ao meu. Beijo carinhoso.