segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Falando de mim

"É de mim agora eu preciso falar, mesmo se eu tiver que fazê-lo com sua língua, será um começo, um passo em direção ao silêncio e ao fim da loucura."
It's of me now I must speak, even if I have to do it with their language, it will be a start, a step towards the silence and the end of madness.
- Molloy: a novel‎, Samuel Beckett - Grove Press, 1955

Um comentário:

Marco A. disse...

Olá Paola, estranhas coincidências; mas aprazíveis e boas. Encontrar Beckett por aqui ...

Abraços Marco