sábado, fevereiro 23, 2008

PREVISÃO DOS TEMPOS

Como vovó dizia, acho que já estamos no fim do mundo. Vislumbro um Jesus voltando em sua nave espacial e pousando em meio ao caos, catando os cacos dos estilhaços pelos shopping centers saqueados. A sociedade do consumo saturada de tudo, do velho, do novo e do repaginado. Tecnologia afundando mares. Seca nas calotas polares. Tempestades bravias sobre deserto. Pobreza extrema continuada. Violência acerba nas pequenas e grandes cidades.

A cura para antigos vírus e a descoberta de novos, mais pesados. Vacas sagradas em extinção. Outras religiões doentias propagadas. Depressão crescente, suicídios. Enclausuramento por vício digital. Falta de tato. Robotização do ser humano. Guerras entre nações circunvizinhas. Recém-nascidos que falam. Almas penadas vigiando. Fuga da realidade comum para uma mais absurda. Sem criatividade. Mutações genéticas. Risco de vida até para as baratas, por mais resistentes que sejam à radioatividade.

Eclipses diários. Tsunamis mensais. Batalha entre satélites e meteoros. Irrespirável. A moda dos óculos escuros dará vazão às máscaras de oxigênio. Só se firmarão felizes aqueles com posse do gás do riso.

Deus queira, nunca. Mas quem nele acredita? Os filósofos falidos é que não. Ninguém vai te pagar para pensar, afinal. Terapeutas mal sabem quem eles são. E todos os gênios da humanidade já estão mortos. Quantos abortos desde a última encarnação? Tenham fé... Tenham fé que um dia isso acaba.

2 comentários:

sANdrA fasolo disse...

Oi, Paola... texto forte, acabou por me convencer de tudo...
lembrei de Voltaire, "o sentido da vida é que a vida acaba".
beijos

governor disse...

o fin nau é um actu consumadu!mais un fin imprescindivel!cat nau doaçoes de perdoes pq nau existem perdoes de tanta severidade e maldiçao!o mal deus nau causou
é impermeveavel sem obscurindade
nem culpa mia!depois e after nau existen culpabilizaçoes!nau existem
consciencias desmedidas, nem sopros de soares nu vento desmedido!é uma simples operaçao de rotina!ninguem vai olhar incredulo pra tras!antes se soltarao flamejantes raios nu céu
pelo despegu da maldiçao!este mundu é uma coleira amaldiçoada
numa galaxia tranquila!nau existem vozes nem existençias insignificantes que possam mudar nada!é o rotulo natural da serie
da vida nu universu unissunu!este mundu é somente un grao de areia
esmagadu pela periferia dus ladus
du universu!